Deputado quer campanha de prevenção à síndrome do pensamento acelerado



O objetivo é promover a redução do transtorno no Distrito Federal



O vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos), criou um projeto de lei que institui a campanha continuada de conscientização e prevenção da Síndrome do Pensamento Acelerado. O objetivo é promover a redução da síndrome no Distrito Federal.

A campanha será realizada nas escolas, hospitais, ambulatórios e centros de saúde. A proposta fará a divulgação dos principais fatores que motivam o surgimento da síndrome e formas de minimizá-los; conscientização da população visando minimizar o surgimento de novos casos e a divulgação dos índices e males causados pela síndrome.

A Síndrome do Pensamento Acelerado foi descoberta pelo Psiquiatra Augusto Cury, que estuda o pensamento como ciência e está associada a um quadro de transtorno de ansiedade. “A síndrome é uma alteração que faz com que a mente fique sempre cheia de pensamentos durante todo o tempo em que a pessoa está acordada, dificulta a concentração e desgasta a saúde física e mental”, explicou.

Segundo Augusto Cury, esta quantidade excessiva de informação disponível está bombardeando o cérebro, tornando comum, o surgimento de um grande número de pessoas com dificuldades de gerir emoções. Dentre os principais sintomas estão: ansiedade, dificuldade para se concentrar, pequenos lapsos de memória de forma frequente, cansaço excessivo e dificuldade para pegar no sono.


Mais Cultura

0 comentários